Declinio da criatividade

criatividadeEncontrei esses dias um estudo que fala sobre do declínio da criatividade feito por George Land e Beth Jarman (‘Breaking Point and Beyond’ São Francisco HarperBusiness, 1993).

Nesse estudo, George Land descreve os resultados encontrados em testes realizados com um grupo de 1.600 jovens nos Estados Unidos. Esse estudo foi baseado nos testes usados pela NASA para seleção de cientistas e engenheiros considerados criativos. O primeiro teste foi realizado com crianças de aproximadamente 5 anos. Destas, 98% apresentaram alta criatividade. Este mesmo grupo foi testado posteriormente aos 10 anos e o percentual dos considerados criativos caiu para 30%. Novamente, aos 15 anos, testaram o grupo e somente 12% mantiveram um alto índice de criatividade. Um teste similar foi aplicado a um grupo diferente de 200.000 adultos e destes, somente 2% foram classificados como altamente criativos.

“Nós  aprendemos a nos comportar de forma não criativa.”

O declinio da criatividade acontece devido as regras e restrições que a sociedade criou e que aprendemos ao longo da vida. Na escola, em casa, no trabalho, nos é ensinado que devemos seguir sempre por um caminho já traçado.  Nosso sistema educacional foi desenhado durante a Revolução Industrial há mais de duzentos anos e foi suficiente para nos treinar a sermos bons trabalhadores e seguir bem instruções.

Atualmente, precisamos nos libertar de parte desses preceitos e bloqueios e aprender a “pensar fora da caixa”. Não precisamos criar a roda novamente, mas sim, torná-la mais eficiente!

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>